Mediação em conflitos empresariais: uma conquista que une mentes e corações

18/07/2018

Mediação em conflitos empresarias: uma conquista que une mentes e corações

O conflito é essencial ao desenvolvimento humano e de instituições. A identificação, compreensão e gestão construtiva são, contemporaneamente, questões chaves para se avançar em diversos setores econômicos e sociais.

Os métodos adequados de resolução de conflitos - MASC abrangem da prevenção ao tratamento de conflitos, tanto na realidade das empresas quanto dos seres humanos, e pressupõe a quebra do paradigma de judicialização do conflito.

Nesses contextos, há uma crescente ampliação de processo de gestão de conflitos pelas empresas. Independente do nível de sofisticação de sistemas de manejo de conflitos (SMC) são observadas vantagens pelas empresas, que optam por gerir preventivamente e internamente os conflitos, são inegáveis.

E nessas vantagens, ou objetivos, incluem uma drástica redução dos custos associados com a litigância e o aumento do número de acordos celebrados, além de confidencialidade, redução de contas, rapidez, manutenção do relacionamento, soluções inovadoras, controle de processo e controle dos resultados.

As maiores incidências de mediação de conflitos no âmbito empresarial são nos contratos de prestação de serviços entre sócios ou grupos de sócios, em operações de reorganização societária, trabalhistas, consumo e falência.

As mudanças jurídicas, politicas, sociais, econômicas e culturais são impactantes. E por essas razoes, o avanço de mediação nos conflitos comerciais pode ser sedimentado em diversas frentes.

E, seja atuando como advogada, ou mediadora percebo que os resultados superam expectativas e ganham cada vez mais mentes e corações. Principalmente, por aqueles que alimentam a esperança num futuro no qual a ciência seja indissociável da evolução da humanidade, da civilidade.

                 Tânia Santos